27 de mai de 2014

A Falsa Felicidade e Prisão das Feministas

O feminismo costuma dizer que "liberta" mulheres mas defende comportamentos nocivos e viciosos como a vulgaridade, promiscuidade, vadiagem, libertinagem e masculinização que é vendida como "liberdade" enquanto sustenta um sistema de supremacia feminina misândrica.
As feministas costumam se dizer felizes e livres em sua condição de seguidoras de ideologias nefastas, mas isso é uma máscara fácil de quebrar assim que percebemos que todos esses comportamentos que traçam seu estilo de vida são uma prisão na qual elas mesmas escolheram entrar.

É comum perceber feministas apresentando problemas sérios como:
1- Traumas e transtornos mentais: geralmente causados por problemas familiares na infância e adolescência, falta de estrutura familiar, ambiente familiar violento, rejeições masculinas, impopularidade social e outras causas.
2- Carências afetivas e sexuais: geralmente causadas por desejos não realizados de fantasias românticas desconexas com a realidade e com seus próprios desejos contraditórios.
3- Distúrbios alimentares: é fácil encontrar feministas obesas e obesas mórbidas que reclamam contra o padrão de beleza.
4- Total desleixo estético: muitas feministas são feias e não cuidam de seus corpos, isso as mantém feias e repelentes.
5- Tristeza: o conjunto de fracassos pessoais as torna sem amor e respeito próprio criando uma tristeza notável.
6- Depressão: ocorrida pelo agravo da tristeza e outros quadros associados.
7- Péssima relação com o sexo oposto: é comum que feministas não tenham empatia e simpatia pelo sexo masculino, tornando-se desinteressantes para a maioria dos homens.
8- Presença incômoda: é perceptível como feministas problemáticas costumam afastar as pessoas devido a seu comportamento e mentalidade desagradável.

Não falo sobre todas as feministas, algumas feministas podem ser distantes desses conceitos que eu defini, mas é fácil encontrar mulheres feministas que se encaixam nesse estereótipo. Logo elas dirão que isso tudo que escrevi é culpa do "machismo patriarcal opressor" ou dirão qualquer outra sandice padronizada de seus discursos prontos.
Não é preciso ser advinho para saber que destinos agonizantes o feminismo reserva a suas adeptas, a realidade já basta para prever a infelicidade da prisão mental feminista.
Ei, mulher, se você é feminista e leu esse texto ainda existe tempo para largar essa mentalidade e ser uma mulher melhor com uma vida melhor.

Reno Raines.
Maio de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja educado(a) e escreva direito.