9 de dez de 2014

Em Defesa do Machismo e do Patriarcado

Diferente do conceito maligno dito por feministas sobre o machismo ele é um apanhado das características masculinas, assim como o patriarcado prepara a sociedade para seu sustento e progressão, sendo ambos úteis para nossa civilização guiando-a para avanços notáveis ao longo de séculos. O feminismo combate o machismo e patriarcado por ser misândrico (adepto da misandria que é o ódio ao sexo masculino) e acusa os mesmos de serem formas de misógino (adepto da misoginia que é o ódio ao sexo feminino), mas isso não é verdade. O machismo e patriarcado protegeram as mulheres e levaram a civilização para onde estamos, coisa que o feminismo e matriarcado seriam incapazes de fazer gerando tudo que temos atualmente no Ocidente a custo de muitos esforços e sacrifícios ao invés de estagnar no tempo.
Feministas dizem que o machismo é a crença de que homens são superiores às mulheres e que isso gera uma opressão de homens contra mulheres afetando-as negativamente de diversas maneiras, elas alegam que o feminismo veio trazer a igualdade de direitos e oportunidades para mulheres na sociedade, mas isso não é verdade, essa é uma imensa mentira contada por feministas e repetida por adeptos do marxismo cultural; elas dizem que o patriarcado é o controle da sociedade, economia, política e outras expressões de poder pelos homens gerando a "opressão machista" que fere mulheres tornando suas vidas uma escravidão, novamente essa é uma enganação feminista, pois segundo o filósofo Marcus Valerio XR "o patriarcado é um sistema social onde a figura paterna é reconhecida e valorizada ao assumir a e ao assumir a responsabilidade por uma família, se torna inevitável que sobre a mesma tenha alguma autoridade, pois esses valores jamais podem ser desassociados sem produzir terrível injustiça".

O machismo que feministas falam tanto é completamente diferente do conceito verdadeiro do machismo, no qual elas reuniram os piores comportamentos de psicopatas e criminosos (de ambos os sexos) em um só conceito deturpado e falho acusando que esses são comportamentos masculinos, mas isso é extremamente desonesto e maligno; o patriarcado citado por feministas como a instituição social, econômica e política na qual os homens determinam os rumos da sociedade gerando uma forte opressão contra mulheres, de fato o patriarcado rege sociedades, mas a opressão que elas dizem não passa de vitimismo e oportunismo para promover uma inversão de poder chamada matriarcado onde as mulheres dominam a civilização.

O machismo e patriarcado originais é que ergueram e derrubaram impérios e civilizações em vários períodos históricos, já o feminismo e matriarcado são duas forças destrutivas e estagnadoras que não elevam a humanidade a nenhum patamar, tanto que as sociedades matriarcais são atrasadas em infraestrutura, ciências, tecnologia, legislação, moralidade, ética, planejamento, belicismo e outros parâmetros importantes para uma sociedade capaz de progredir fazendo com que vivam como tribos isoladas no mais profundo atraso em múltiplos setores como é o caso das seguintes sociedades matriarcais: a tribo indígena americana Hopi, a sociedade Mosuo no sudoeste da China, as aldeias Ede no Vietnã e outras tantas tribos matriarcais isoladas e atrasadas na África e Ásia.

Algumas características de um verdadeiro machista:
01- Ser racional e lógico para tomar decisões por vezes difíceis e drásticas por um bem maior, diferente do relativismo moral e determinismo cultural o homem deve buscar fazer o certo e não o conveniente.
02- Incentivar a buscar desenvolvimento pessoal para que evolua como um todo e dá noção que pessoas mais fracas devem ser poupadas e vingadas de ataques covardes e injustos.
03- Ser corajoso para realizar suas tarefas e trabalhos pesados, pois a vida não é fácil e precisamos de pessoas resistentes para vencer desafios para que a sociedade progrida.
04- Zelar e proteger a si mesmo e sua família, garantindo sua sobrevivência e a da família para consolidar a sociedade.
05- Criar resistência psicológica e emocional para saber lidar com crises ao invés de fazer vitimismo oportunista sobre as pessoas e situações.
06- Ser mais prático e centrado para fazer o que for necessário, buscando facilitar sua vida ao invés de se apegar ao desespero.
07- Permitir que o homem tenha seus momentos solitários para refletir, realizar suas atividades e para apreciar sua própria companhia.
08- Ajudar a calcular prioridades sem se apegar a futilidades e efusividades.
09- Assumir as consequências e responsabilidades por todos os seus atos sem posar de vítima e sem usar oportunismo.
10- Respeitar as pessoas e sua importância na sociedade incluindo o senso de hierarquia ao invés de adotar um caos social.
11- Valorizar as figuras masculinas heróicas e familiares agregando valor aos seus atos para as gerações futuras, sem elas nada seria possível.
12- Respeitar a importância das mulheres na sociedade sem qualquer ligação com os discursos feministas, mas sim pela essência feminina, diferente das monstruosidades feministas.
13- Arriscar-se para cumprir um grande objetivo, por vezes arriscando as finanças, patrimônio, saúde e até mesmo a própria vida.
14- Resistir aos problemas buscando uma solução para eles ao invés de afundar-se em desespero e histeria contraproducentes.
15- Buscar ter controle sobre si mesmo para poder controlar coisas e pessoas se necessário de acordo com os objetivos pessoais.

Esse machismo e patriarcado que conheço e citei é o conjunto que move nosso mundo, meu leitor, então não creia nas babaquices ditas por feministas sobre o que elas deturparam chamando de machismo e patriarcado, pois o masculino não é essa negatividade toda que elas dizem e todo esse veneno que feministas jogam sobre as características masculinas foi inventado para criar gerações de homens submissos e fracos incapazes de contestar e impedir toda a destruição que o feminismo promove contra a sociedade. Liberte-se do feminismo, não creia em todas as birutices delas, seja forte e seja também um machista patriarcal como eu me tornei.

Reno Raines.
Setembro/2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja educado(a) e escreva direito.